quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Como saber quem as pessoas realmente são? (Parte 1)

Há tempos atrás, eu não sabia conhecer as pessoas. Não percebia suas reais intenções, não sabia como lidar com elas, nem mesmo o que realmente fazia alguém especial.  Julgava as coisas assim como a maioria julga, apenas pela aparência, por aquilo que parece, e por aquilo que eu achava. Mas, com o passar dos anos, aprendi que as coisas são bem diferentes do que eu imaginava. Percebi que as pessoas eram o que eram, e não o que eu queria que elas fossem. Que não importa o que você idealize, nem que pense ser sábio o suficiente para dizer: ‘Esta pessoa é assim e assim’... No final, o que você sabe não é nada, pois é mais fácil ser enganado do que realmente enxergar o que há escondido em alguém.
Não é possível ao homem saber quem realmente as pessoas são apenas pelo seu próprio entendimento. A psicologia pode dizer muitas coisas, pode buscar entender a mente humana, pode analisar fatos, ajuntar resultados, mas no final, a conclusão se mostra muitas vezes falha e contraditória.  Há apenas um caminho para reconhecer o ser humano, e esse caminho é buscar saber exatamente de quem o criou: Deus.
Deus deixou a bíblia como um manual do ser humano. Tudo o que é necessário sabermos, está lá. Você pode ler e reler, mas se realmente não pedir a Jesus, com humildade, pela sabedoria verdadeira, ela se tornará apenas um livro cheio de palavras que sairão de sua mente da mesma forma que entraram. Toda essa sabedoria está escrita de forma clara na bíblia, mas aqueles que não buscam com humildade conhecer o que realmente é a verdade não conseguem entender sua plenitude, e com isso, suas vidas continuam como antes.

Vivemos em um tempo em que o amor está se esgotando no mundo. Este é um tempo em que devemos estar atento às pessoas, porque os valores que se preservava até algum tempo atrás, sumiram com muita rapidez.
A percepção determinada pelo caráter

A primeira coisa que vai determinar o quanto você conseguirá entender e perceber das pessoas, é quem você é. O seu caráter é que vai te mostrar quem as pessoas são. Se seu caráter for bom, você enxergará onde está o erro, e onde está a verdade. Mas, se seu caráter for defeituoso e torto, você verá tudo pela metade, confundirá bem com mal, e o mal com o bem. Quanto ao caráter mau, é incapaz de perceber quem são as pessoas; o egoísmo, o orgulho e a inveja cegam mais do que qualquer coisa. O mau caráter julga tudo e todos segundo sua própria sabedoria, baseada no achismo.

“Os homens maus não entendem o que é justo, mas os que buscam o Senhor entendem tudo.” Provérbios 28:5.
Se você acha uma coisa certa, com certeza não julgará mal uma pessoa se ver esta fazendo tal coisa. Mas, se na verdade, sua opinião está errada, e essa coisa seja má, então você jamais conseguirá perceber que aquela pessoa que você viu praticando tal ato estava errada, enquanto não mudar sua própria opinião errada. A não ser que a lei de Deus esteja impressa no seu caráter, você não conseguirá distinguir o bem do mal, e consequentemente não verá quem as pessoas são.

“Ou fazei a arvore boa e o seu fruto bom ou a arvore má e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.  Raça de Víboras, como podeis falar coisas boas, sendo maus? Porque a boca fala do que o coração está cheio. O homem bom tira do tesouro bom coisas boas; mas o homem mau do mau tesouro tira coisas más.” Mateus 12:33-35


“Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim, o coração do homem, ao homem.” Provérbios 27:17

“Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons... Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis." Mateus 7:16-20


“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.” 1 João 3:9-10

As obras das pessoas revelam quem elas são. Uma pessoa boa pratica boas obras, uma pessoa má pratica obras más. E não diga que uma pessoa que pratica maldades é boa, porque isso não existe. Não adianta querer justificar aquele seu amigo que vira e meche fala mal de alguém, nem aquele que vive brigando, nem aquele que sempre fala maliciosamente; nem aquele que guarda rancor de algo, nem aquele que não perdoa, nem o orgulhoso e cheio de si, nem o que não se importa em humilhar alguém, nem o que é vingativo em várias ocasiões, e menos ainda, aquele que é falso com os outros. Todos nós erramos, mas não é o simples erro que determina o caráter, e sim a facilidade com que praticamos o mal, ou seja, o quanto estamos acostumados a fazer vez após vez a mesma coisa. E não importa se existem pessoas que escondem seu mau caráter, e fingem ser uma coisa, mas na verdade são outra; ninguém consegue enganar por muito tempo, não há nada encoberto que não venha a ser revelado, pois sempre deixarão escapar algo, e a verdade aparecerá. O bom caráter se mostrará verdadeiro, e o caráter falso será desmascarado. Mas para isso, é necessário que o tempo mostre, pois para conhecer quem realmente uma pessoa é, é necessário tempo e convivência. Pelo tempo, a verdade se revela.
Que tipo de "frutos" de uma pessoa se deve analisar?

Preste muita atenção no tipo de coisa que se fala. As palavras de uma pessoa são o espelho de sua alma.
Alguém fala com arrogância? Pois é disso que seu coração está cheio. Alguém fala com malícia? É exatamente isso que está por dentro. Fala com muito orgulho próprio, mesmo que aparente ser bonzinho? Não se engane quanto ao que realmente está em sua mente.

Alguém fala com falsidade a outros? Pois no seu coração há falsidade enraizada. Briga com freqüência? Discute e grita? Pois seu coração está cheio de ódio e violência.
Alguém fala com mansidão e humildade, a todo o momento, não conflita, nem participa de discórdias, não age com falsidade nem busca a própria glória? Pois este realmente é manso e humilde de espírito.

Vamos tomar, por exemplo, um homem que, durante um jogo de futebol com o pessoal de sua faculdade, se irrita e começa a discutir e a brigar com alguém do outro time. Você pode pensar que isso talvez não queira dizer nada; que talvez ele apenas estivesse irritado aquele dia, e que isso não signifique que ele seja assim em outras ocasiões. Pode pensar que um rapaz que escreva coisas arrogantes, exaltando a si mesmo num perfil do Orkut, esteja apenas brincando, e que isso não signifique praticamente nada. E que uma pessoa que fale alguns palavrões e obscenidades não as tenha realmente na sua cabeça. Ingenuidade sua, se pensar assim. O homem só faz aquilo que, anteriormente, já foi contemplado em sua mente. O desejo já foi alimentado no seu coração, antes que viesse a praticar o ato. Pois o homem só pratica aquilo que já foi tramado em sua mente. Nem Deus nem Satanás podem obrigar ninguém a fazer nada, sem que haja o consentimento da pessoa. Esta faz exatamente aquilo que quer fazer, sendo assim, cada um é responsável por aquilo que pratica. O limite para o que o ser humano é capaz de fazer é determinado pela sua distância ou proximidade com Deus.

Não se deixe enganar. As palavras dizem muito, mas muito mais do que você pode imaginar. Preste atenção nelas, e você verá mais longe na alma das pessoas do que jamais viu. Não minimize o peso das palavras e atos; não pense que tal coisa não é nada demais, ou que é muito pequeno o ato dessa pessoa para julgá-la bem ou mal... O que diferencia o pensar do fazer é a oportunidade; e é nas pequenas coisas que vemos onde está o coração de cada um.
“Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela terão de dar conta no dia do juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado, e pelas tuas palavras, serás condenado.” Mateus 12:36,37

“Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto sim, contamina o homem.” Mateus 15:11

“O hipócrita com a boca arruína o seu próximo; mas os justos são libertados pelo conhecimento.” Provérbios 11:9
“O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo arruína.” Provérbios 13:3

“Quem despreza o seu próximo é falto de senso; mas o homem de entendimento se cala.” Provérbios 11:12
“Seja a tua palavra: Sim, sim; Não, não. O que passar disso vem do maligno.” Mateus 5:37

“Na multidão de palavras não falta transgressão; mas o que refreia os seus lábios é prudente”. Provérbios 10:19
Nos mínimos detalhes

Você pensa que apenas os extremos é que realmente são maus? Pensa que é apenas com as pessoas que se mostram realmente más que se deve tomar cuidado? Acha que é apenas dos assassinos, cruéis e ladrões que Deus fala na bíblia? Pois não é apenas do extremo que Ele diz. Para Deus não há pecado pequeno e pecado grande. O erro é o erro. É a mesma condenação para o que assassina uma pessoa e rouba sua casa, quanto para aquele garoto que ridiculariza e humilha a seu colega de classe. É a mesma sentença para o que trai sua esposa, quanto para o jovem que, juntamente com seus amigos, observa uma bela mulher passando, e faz seu comentário malicioso, por menor que seja a frase que utilize para isso.  É o mesmo destino que aguarda tanto aquele que, por uma mentira, traz a condenação a um réu de um tribunal, quanto ao que, por uma mentira, fere a moral de alguém. O mal e o bem que definem quem uma pessoa é não estão necessariamente nos extremos; não é necessário alguém demonstrar extrema crueldade publicamente para que se afaste dela; nem tampouco que alguém salve uma criança do fogo de um incêndio para se constatar que tal pessoa é boa; são nas coisas que parecem pequenas e cotidianas que o homem revela qual é o seu verdadeiro caráter, caráter esse expresso em cada pequena palavra que sai de sua boca, e em cada pequeno ato praticado.
“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim, unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem... Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. “ Efésios 4:29, 31

“Ouvistes que foi dito: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento. Eu porém vos digo que todo aquele que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.” Mateus 5:21, 22
“Não te apresses em irar-te, porque a ira se abriga no intimo dos insensatos.” Eclesiastes 7:9

"Pois toda a lei se cumpre numa só palavra, a saber: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos." Gálatas 5:14-15

“São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas.”  Mateus 6:22-23
“Eu, porém vos digo: qualquer um que olhar para uma mulher com intenção impura no coração, já adulterou com ela.” Mateus 5:28

“Parcialidade não é bom; porque até por um pedaço de pão o homem prevaricará.” Provérbios 28:21

O que confia em seu próprio coração é insensato, mas o que anda em sabedoria será salvo.” Provérbios 28:26

“O homem perverso espalha contendas; e o difamador separa amigos íntimos.” Provérbios 16:28

“porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.”  Mateus 6:21

Sentimentos reprovados
Cuidado com o orgulho. O orgulho trás males incontáveis para todo o ser. Ele endurece o coração, por não aceitar a repreensão; Acha-se bom demais para aceitar algo vindo de alguém inferior a ele. O orgulho é um sentimento traiçoeiro, cega completamente a percepção, pois o orgulhoso jamais admite ser orgulhoso; o orgulho é tido pela sociedade (mesmo que com hipocrisia) como um sentimento ruim, e o orgulhoso não quer ser visto assim.

E com o orgulho, nasce a inveja. Se você se acha bom demais, sentirá inveja daquilo que lhe parece melhor.  A cobiça corrói a alma, pois através dela, vem os maus desígnios contra aquilo que se cobiça. O orgulho e a inveja é que movem o coração do homem a praticar o mal contra o seu próximo.
Alguém fala mal de outro? Pois fala mal, porque tem inveja e ciúmes; e o orgulho fala alto, pois, se você fala algo mal sobre alguém, está querendo dizer que você é melhor que esse alguém nesse aspecto em que o acusa. Ira-se e vinga-se de alguém? É por causa de seu orgulho, que não admite ser colocado abaixo do outro, e para provar que está acima, vinga a si mesmo.

A pessoa que se ira com facilidade se faz imprevisível. O irritadiço, que fica bravo mesmo por motivos pequenos, demonstra deixar o ódio controlar sua mente, em vez de se controlar pelo amor. O que cultiva tal sentimento causa desconfiança em quem conviva com ele.
A pessoa falsa é perigosa; e se torna imprevisível também. Se você perceber falsidade em alguém, não seja inocente a ponto de confiar nela. A pessoa falsa utiliza de artimanhas para sempre assegurar os desígnios do seu coração. Ela não se importa em enganar para conseguir seu próprio bem. E, da mesma forma que engana a um, engana a outro; pode ser um amigo, um parente, namorado ou namorada, marido ou esposa, não importa qual sentimento haja por estas pessoas, a pessoa falsa as enganará para que no final ela própria estejam bem e realizada.

Um namorado engana sua namorada, a traindo com outra. Mas continua tudo como se nada houvesse acontecido; quando a namorada suspeita, este nega até a morte, mesmo sabendo perfeitamente o que fez, e continua a fazê-lo. Não importa o que pareça que ele sente por sua namorada, na verdade, ele apenas quer manter as aparências, para continuar usufruindo da companhia desta. Não há sentimento bom em relação à namorada; o amor se importa com os sentimentos dos outros, doa-se pelo outro, faz tudo pelo outro, mas a falsidade é uma artimanha do egoísmo, para satisfazer apenas o próprio ego, sem se importar com o que o outro sente. O traidor está sempre apenas preocupado consigo mesmo, e não é capaz de amar.
E não se esqueça: não é necessário que alguém tenha esses sentimentos ao extremo, para que seja reprovado. Há pessoas que são menos falsas do que outras, por exemplo? É claro que há. Mas tanto uma quanto outra engana, e nada impede que aquele que engana menos venha um dia precisar enganar muito mais. Não é simplesmente o tamanho das atitudes de uma pessoa que é medido, mas aquilo que está gravado no seu caráter.

“Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que ele abomina: olhos altivos, língua mentirosa, e mãos que derramam sangue inocente; coração que maquina projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal; testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.” Provérbios 6:16-19
“O que encobre o ódio tem lábios falsos; e o que espalha a calúnia é um insensato.” Provérbios 10:18

“Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite.” Provérbios 12:22
“A testemunha verdadeira livra as almas; mas o que fala mentiras é traidor.” Provérbios 14:25

Todo homem arrogante é abominação ao Senhor; certamente não ficará impune”. Provérbios 16:5
“O homem vil, o homem iníquo, anda com a perversidade na boca, pisca os olhos, faz sinais com os pés, e acena com os dedos; perversidade há no seu coração; todo o tempo maquina o mal; anda semeando contendas.” Provérbios 6:12-14

“O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, são abomináveis ao Senhor, tanto um como o outro.” Provérbios 17:15
“O que ama a contenda ama a transgressão; o que faz alta a sua porta busca a ruína.” Provérbios 17:19

“O sábio teme e desvia-se do mal, mas o tolo é arrogante e dá-se por seguro.” Provérbios 14:16
“O desejo dos justos é somente o bem; porém a expectativa dos ímpios é a ira.” Provérbios 11:23

“O coração tranqüilo é a vida da carne; a inveja, porém, é a podridão dos ossos.” Provérbios 14:30

"Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui." Lucas 12:15

 “Quem a si mesmo exaltar será humilhado, e quem a si mesmo humilhar será exaltado.” Mateus 23:12
“Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.” Gálatas 5:26

"Hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia! Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniquidade." Mateus 23:27-28
 “Mas a imprudência e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeie entre vós como convém a santos; nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças. Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre filhos da Desobediência. Portanto não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável ao Senhor. E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha. Mas todas as coisas, quando reprovadas, pela luz, se tornam manifestas; porque tudo o que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual é a vontade do Senhor. E não vos embriagueis em vinho no qual há dissolução, mas enchei-vos do espírito, falando entre vós com Salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor, com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nosso de nosso senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.” Efésios 5:1-21

-

Continua na Parte 2

(Marcelo Karma)

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...