segunda-feira, 16 de julho de 2012

MMA e UFC. Como Deus vê?


Quando duas pessoas se digladiam violentamente em um ringue elas estão refletindo a imagem de quem? Eventos como UFC (Ultimate Fighting Championship) que reúne praticantes do MMA (Mixed Martial Arts) e lutas envolvendo box, jiu-jítsu, muay thay, judô, caratê e luta livre exaltam o amor ao próximo?
Artes marciais
A maior batalha é na mente.
Socos, chutes, pontapés, caneladas, golpes diversos e sangue diante de um público que parece ter prazer ao ver o sofrimento alheio. Juízes e comissários pontuam os golpes, tudo é feito por dinheiro e “espectáculo”.
Os gladiadores modernos se preparam para derrubarem os oponentes. Deus deseja reerguer a humanidade. Quando Deus criou o homem. Ele o criou a Sua imagem e semelhança:
“Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”. (Gênesis 1:26)
Como a Bíblia descreve Deus? Ele é santo (Levítico 11:44); perfeito (2 Samuel 22:31); justo (Salmos 7:11); misericordioso (Salmos 116:5); compassivo, piedoso, longânimo, abundante em amor. (Salmos 103:8-17; 1 João
4:8)
Essas são algumas características de Deus. Na criação, Deus imprimiu essas mesmas qualidades no homem. Porém, o pecado desfigurou o ser humano e este se tornou corrupto, violento e carnal.
Violência
Lamentável
A violência humana é movida pela maldade e egoísmo. Com as transmissões de lutas, em rede aberta de televisão, a imagem da violência está ficando comum. A visão é responsável por 80% daquilo que chega ao nosso cérebro. Devemos selecionar bem o que vemos. O que temos visto forma, qualifica e promove os valores esportivos, civilizatórios e espirituais?
A Bíblia declara que Deus odeia a violência:

“O SENHOR põe à prova ao justo e ao ímpio; mas, ao que ama a violência, a sua alma o abomina”. (Salmo 11:5).
Há vários outros textos que mostram que Deus se desagrada com a violência:
“A terra estava corrompida à vista de Deus e cheia de violência”. (Gênesis 6:11)
Foi devido à maldade, corrupção e violência humanas que Deus trouxe o dilúvio destruidor (ver Gênesis 6). Um dos capítulos mais terríveis da história é o que gladiadores romanos enfrentavam-se em seus circos de horrores, onde os filhos de Deus atingiam estágios inferiores e animalescos. Em Nova York, desde 1997, não são permitidas competições e outras ações do MMA. Essas lutas também foram proibidas na França. A Associação Médica do Canadá, em 2010, concluiu que a prática de esportes violentos como o MMA provoca traumas e lesões que podem acompanhar o lutador pelo resto da vida. Entidades canadenses “lutam” para que o esporte seja banido do país. A batalha espiritual também é séria, pois envolve o que há de mais precioso na Terra, os filhos de Deus.
MMA
Esporte?
“Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão”. (Efésios 6:12)
As Escrituras descrevem as obras da “carne”:
“Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam”. (Gálatas 5:19-21)
Os desejos da “carne” têm como raiz a essência da natureza pecaminosa – o egoísmo. Como resultado, o homem tem sede de “dominar”, orgulha-se da força bruta e da violência. Esses esportes de violência não refletem o caráter de Deus. Não é o Deus de amor que está por detrás incitando o homem à violência.
Uma educadora cristã declarou em seu livro Educação:
Esporte violento
Briga de galo é proibida no Brasil.
“Alguns dos mais populares divertimentos, tais como o futebol americano e o boxe, têm se tornado escolas de brutalidade. Estão desenvolvendo as mesmas características que desenvolviam os jogos na antiga Roma. O amor ao domínio, o orgulho da mera força bruta, o descaso da vida, estão exercendo sobre a juventude um poder desmoralizador que nos aterra”. (Educação, p. 500, 501)
Deus deseja reerguer o homem de sua decaída condição e ajudá-lo a desenvolver e a praticar a elevada norma de conduta cristã – o amor, a paz, alegria, bondade.

A Bíblia também descreve as características do caráter daquele que é transformado por Deus:
“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei”. (Gálatas 5:22, 23)
O ser humano é transformado por aquilo que ele contempla. Por isso, a Bíblia ensina a pensarmos em coisas edificantes, de precioso valor moral. Paulo diz:
“Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra”. (Colossenses 3:2)
“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”. (Filipenses 4:8)
A prática desses esportes e a contemplação são nocivas ao desenvolvimento do caráter e não condizem com fé cristã. Está correto cuidar do corpo, pois ele é a casa do Espírito Santo.
“Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito
Sem perdão
Alguém está ganhando!
Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus”. (1 Coríntios 6:19)
Quando um lutador planeja e acerta um golpe em seu adversário, ele leva em consideração que a pessoa que está sendo ferida vale o sangue de Cristo, que é a imagem e semelhança de Deus? Que prazer há nisso? Definitivamente, bater, machucar e humilhar uma pessoa não agrada o Criador.
“Aquele que anda corretamente e fala o que é reto, que recusa o lucro injusto, cuja mão não aceita suborno, que tapa os ouvidos para as tramas de assassinatos e fecha os olhos para não contemplar o mal, é essa a pessoa que habitará nas alturas; seu refúgio será a fortaleza das rochas; terá suprimento de pão, e água não lhe faltará”. (Isaías 33:15-16)
Com carinho:
J.Washington
Fonte: Nova Chance

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...